29 de mai de 2010

Qual o seu legado?


Um velho está sentado no banco de um parque, perto da casa dele. Lá ele alimenta os pombos, vê a manhã passar e olha as pessoas caminhando. Quando a manhã se vai, ele volta para casa.
Numa manhã ensolarada, lá está o velho, realizando seu ritual, quando de repente aparece um garoto, interrompendo o velho:
"Oi senhor"- disse o garoto, tímido.
O velho resmungou.
O menino então, pergunta:
"O que o senhor está fazendo?"
O velho então começa a falar:
"Estou alimentando os pombos, não está vendo?"
"O senhor sempre fez isso?" - pergunta o garoto.
"Claro que não, eu já fiz muita coisa nessa vida, rapaz!" - retruca o senhor, com a voz firme.
Curioso sobre o que aquele velho já tinha feito, a criança senta ao lado dele e começa a indagá-lo sobre seu passado.

O velho então para, fecha o saquinho que continha grãos para os pombos e começa a pensar.
Quando era mais jovem, ele não tinha amigos, sempre era o último a ser chamado, ninguém gostava dele. Alguns até fingiam ter algum sentimento para com o velho, mas estavam mentindo.

E ele sabia.

Então o velho lembra das vezes em que ele se arriscou pela sua amada, que havia falecido um ano após o 1º encontro deles. Mulher essa que habita os sonhos dele há mais de 65 anos. O velho então tenta lembrar das vezes em que ele fez algo de valioso para alguém. Na única lembrança dele, a amada está presente, e os olhos do velho se enchem de lágrimas. Não importava o quanto o velho tentasse, nada vinha na mente.

O velho abaixa a cabeça e diz, com a voz trêmula e triste:
"Eu não fui importante para ninguém, não deixei nada para ninguém, todos que passaram pela minha vida me machucaram, e nas vidas pelas quais eu passei não fui nada além de um estorvo. Eu não deixei nenhum legado."

Logo após essa afirmação, o velho deixou a criança sozinha, foi para sua casa e nunca mais apareceu no parque.


imagem → old man by *Karolaczka